Batedores da Inglaterra estragam os planos de Jofra Archer para o dia de lazer de Ashes

Archer estava desejando isso na noite anterior, também. Tendo balançado 20 minutos atrasado na primeira manhã devido a alguns problemas com o sistema rodoviário local, e depois apoiado seu show do Lord com uma exibição de seis postigos de fatias e dados mais medidos, sua primeira declaração ao deixar o campo foi, “Significa que eu vou descansar”.

Isso aconteceu? Que diabos. Uma noite de sono e duas horas observando a porta do camarim balançar nas dobradiças como um bar de salão do Copa do Brasil oeste selvagem foi o melhor que conseguiu.Antes do Teste, Archer foi visto rebatendo como o idiossincrático Steve Smith em redes; veio a chance da Inglaterra de virar o parafuso nos australianos sob o céu azul em Yorkshire, seus companheiros de equipe optaram por imitar a versão do ponche-bêbado.

E então às 13h44, quando ele poderia estar resolvendo as palavras cruzadas depois do almoço, Archer deu por si caminhando até a fenda com o bastão na mão. A Inglaterra ficou em ruínas com 54 para sete no final de 25, Chris Woakes foi despachado por uma bola curta de Pat Cummins que, devido ao campo, não poderia ter sido mais previsível se o jogador tivesse gritado um aviso de antemão.

< p> Com Jack Leach sendo o último homem a sair na sequência, logo seria hora de colocar as botas de boliche mais uma vez. A tarde se divertiu quando ele devolveu uma Copa do Brasil bola de praia inflável ao Western Terrace.Mas às 17h55, quando a Austrália aumentou sua vantagem para 247 a 135 para três, Archer de repente abortou sua nona e saiu mancando com o que parecia ser cãibra, a julgar pelo sorriso em seu rosto.

Archer havia tocado 90 mph no velocímetro em seus feitiços anteriores, mas dada a desesperança da situação – e sua contagem de 69,2 overs nos últimos sete dias – as palavras de Michael Holding, que falou de “abuso” após a estreia de seu colega lançador rápido , veio à mente.Mas vai além de simplesmente ser o novo homem de Joe Root.

Houve uma notícia comovente que flutuou pelos Peninos durante aquela sessão matinal de queima de cinzas, algum tempo entre Ben Stokes esguichando desnecessariamente um entrega ampla e completa para deslizar e Joe Denly se afastando desnecessariamente de seu corpo e se aproximando do guarda-postigo: Lancashire anunciou que eles se separarão de Haseeb Hameed no final da temporada.

A hierarquia em Old Trafford decidiu não renovar o contrato depois de três anos vendo apenas picos ocasionais em uma série de pontuações que de outra forma seriam estagnadas e há provavelmente pelo menos algumas conclusões aqui. Jofra Archer ‘nas nuvens’ depois de arrancar seis postigos no terceiro Teste de Ashes Read mais

A primeira é que Hameed, enquanto ainda tinha apenas 22 anos e tinha tempo para fazer uma curva de freio de mão, oferece um conto de advertência sobre exagero e expectativa.Ele olhou para a mansão nascida durante três passeios travessos na Índia em 2016, de tal forma que Copa do Brasil  muitos acreditavam que seu lugar seria trancado para uma longa e deliciosa carreira de teste. Não existem dados no esporte. A segunda é que, desde que Root fez sua estreia no final de 2012, Hameed é o único outro batedor especialista a entrar no fold e tem uma média de mais de 40 anos.Muitos acreditam que seu funk subsequente coincide com o atraso de jogar 50-over cricket, onde é imperativo acertar a bola, enquanto outros podem remontar a sua época com a Inglaterra no inverno, onde o outrora apelidado Baby Boycott foi inundado de mensagens de rebatidas positivamente. The Spin: inscreva-se e receba nosso e-mail semanal de críquete.

O objetivo de tudo isso, quando as cinzas escapam do alcance de Root, é que, se a Inglaterra quiser manter o rabo aceso o cometa Archer, eles devem identificar e desenvolver batedores de bola vermelha especializados que colocam um alto preço em seu postigo e podem dar uma chance ao cara.

Com o amplamente odiado salto de 100 bolas batendo na altura de o verão inglês do próximo ano, isso não será fácil.